Agrofloresta regenerativa em larga escala

Como substituir uma agricultura fundamentada em insumos químicos por sistemas complexos embasados na mimetização dos ciclos e processos naturais?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Como substituir uma agricultura fundamentada em insumos químicos por sistemas complexos embasados na mimetização dos ciclos e processos naturais?

Desenvolver designs, métodos e sistemas de manejo replicáveis, como base para uma produção agroflorestal regenerativa, com aportes empíricos e científicos, interdisciplinares, como base para um novo sistema produtivo sustentável, resiliente e duradouro, é o maior desafio e, ao mesmo tempo, a solução mais viável frente às incertezas dos meios produtivos vigentes.

Para viabilizar tais sistemas, contribuindo para uma soberania, alimentar, energética e tecnológica, enquanto que, mantendo sua biodiversidade e complexidade, é necessário automatizar o design, simplificar os processos e padronizar práticas de manejo.

Um sistema de produção agroflorestal em larga escala é aquele que apresenta um modelo viável técnica e economicamente, com design, operações, inputs e outputs sistematizados, permitindo sua extrapolação modular, independentemente do tamanho da área. Para que métodos de sistematização se apliquem a sistemas agroflorestais complexos, biodiversos e regenerativos, cada um de seus componentes deve ser abordado por sua funcionalidade no sistema (nicho) e não como uma espécie ou cultura isolada.

Assim, criam-se módulos elásticos, adaptáveis a diversas realidades e replicáveis a variadas regiões geográficas.

A popularização do conhecimento sistematizado e aberto aumenta a disseminação das práticas, o entendimento dos benefícios e, a replicação de sistemas complexos. Muitas pessoas replicando, significa ganho de escala — a mudança de paradigma reside no entendimento dos benefícios e no ganho social e ambiental a longo prazo. Não existem dúvidas de que árvores compondo sistemas outrora apenas agrícolas, trazem benefícios ambientais; o grande desafio está em torná-los economicamente viáveis em escala — com preço justo, trabalho inclusivo e um produto final livre de agrotóxicos e que promova a vida.

Saiba mais sobre agrofloresta:
Recebemos a pergunta do Carlos, que é de Manaus e gostaria de implantar uma agrofloresta em 32 hectares, numa área que já é uma floresta.
Como faço para controlar as formigas cortadeiras no meu plantio? Pergunta do Rafael pelo IG. Oi Rafael, infelizmente o dano... Continue lendo
Oi equipe da PRETATERRA. Eu admiro muito o trabalho de vocês, mas moro na cidade e não tenho espaço nenhum... Continue lendo
veja também
A Mata Atlântica A Mata Atlântica é um dos biomas mais ameaçados do Brasil devido ao intenso desmatamento que vem...
No primeiro post da série “Diários da comida”, lembramos da nossa viagem de 2019 para os Planaltos Bolivianos. Por quê...
O que nós PRETATERRA chamamos de Exponential Lab é o nosso laboratório e área de Pesquisa & Desenvolvimento de Tecnologias Exponenciais para levar agrofloresta para outros rumos, outras instâncias e para novos horizontes.

drop's regenerativos

fique informado! se inscreva e receba as últimas notícias sobre agrofloresta




    Nós nos preocupamos com seus dados e adoraríamos usar cookies para melhorar sua experiência. Você pode saber mais sobre nossa política de privacidade e cookies aqui.