Quais espécies frutíferas são recomendadas para áreas de “morros”?

Quais espécies de frutíferas (principalmente nativas) vocês recomendam para o plantio em áreas de ‘morros’, típicos do relevo e clima da Mata Atlântica? Sou do interior da região serrana do RJ.

Pergunta de Leandro Senhorinho Antunes enviada pelo IG

Olá Leandro, muito legal sua pergunta! Quando nos deparamos com a seleção de espécies para um projeto agroflorestal, levamos em consideração muitos fatores, como o interesse do agricultor pela cultura, existência ou potencial de mercado, e claro, aptidão da cultura ao clima e tipo de bioma ou formação vegetacional da paisagem.

Existem ainda outros aspectos a serem levados em consideração, dependendo do contexto inicial. Em nosso projeto Timburi, que também fica na Mata Atlântica, mas em um contexto climático e vegetacional bem diferente da sua região, além dos fatores que comentamos acima, consideramos também a disponibilidade dos viveiros. Para esse projeto, como frutíferas, nós incluímos o cajueiro, a goiaba, o araçá-do-campo (Psidium guineense) e o araçá-roxo (Psidium myrtoides), sendo os dois últimos nativos.

Para a região onde você está, seria interessante usar a floresta como inspiração para a escolha das espécies, observando espécies que ocorrem naturalmente nas áreas mais íngremes e conhecer os viveiros locais para entender a disponibilidade de mudas. Lembre-se que é importante também pensar sobre como o produto gerado será comercializado, ou seja, se in natura, em doces ou geleias. Todos esses fatores irão influenciar na decisão final, que com certeza será bem-sucedida.

Mudas de araçá do campo (esquerda) e araçá-roxo (direita) para o projeto Timburi. Foto: Gabriel Cardoso / PRETATERRA
Saiba mais sobre agrofloresta:
Espécies, mão de obra, maquinário e mercado, todos devem ser escolhidos e analisados dentro um planejamento detalhado para resultar no melhor custo-benefício e retorno.
Indispensáveis na agrofloresta, as espécies de serviço tem várias funções, mas uma das principais é a produção de biomassa.
Recebemos a pergunta do Carlos, que é de Manaus e gostaria de implantar uma agrofloresta em 32 hectares, numa área que já é uma floresta.
veja também
Espécies, mão de obra, maquinário e mercado, todos devem ser escolhidos e analisados dentro um planejamento detalhado para resultar no melhor custo-benefício e retorno.
Indispensáveis na agrofloresta, as espécies de serviço tem várias funções, mas uma das principais é a produção de biomassa.
Recebemos a pergunta do Carlos, que é de Manaus e gostaria de implantar uma agrofloresta em 32 hectares, numa área que já é uma floresta.

drop's regenerativos

fique informado! se inscreva e receba as últimas notícias sobre agrofloresta




    Nós nos preocupamos com seus dados e adoraríamos usar cookies para melhorar sua experiência. Você pode saber mais sobre nossa política de privacidade e cookies aqui.